Buscar

Kim Il Sung sobre a amizade internacionalista entre o povo coreano e chinês

Atualizado: Mar 21



Coréia e China são dois países vizinhos cujas montanhas e rios fazem fronteira entre si, e os povos coreano e chinês são camaradas de luta e irmãos de classe que há muito compartilham suas alegrias e tristezas, unindo seus destinos em um no curso das árduas lutas pela libertação nacional, emancipação de classe, revolução socialista e construção socialista. Nessas lutas pela causa comum, os povos dos dois países têm cooperado estreitamente e apoiado um ao outro, sempre compartilhando suas alegrias e tristezas.


A história da amizade coreano-chinesa é um exemplo vivo de internacionalismo proletário e é um exemplo brilhante de sua longa tradição e de muitos eventos inesquecíveis e impressionantes. Nada pode romper a grande amizade entre os povos dos dois países, que foi selada com sangue no calor da árdua batalha revolucionária e que superou todas as provações da história. Estimamos esta amizade ao mais alto grau.

Esforçar-nos-emos zelosamente para promover a amizade entre os partidos e os povos de nossos dois países, que estão unidos por laços de classe e afeição, em todas as esferas - política, econômica e cultural - sem qualquer tipo de vacilo. Sob a bandeira da independência contra o imperialismo e o internacionalismo proletário, estaremos sempre lado a lado com o Partido Comunista e o povo da China no caminho da batalha pela vitória da causa comum do socialismo e do comunismo. A amizade entre as partes e os povos da Coréia e da China nunca terminará como o fluxo do rio Amnok e será eternamente exuberante como os pinheiros verdes da cordilheira do Changbai.

Trecho retirado de "Resposta às Perguntas da Delegação da Agência Xinhua", 23 de abril de 1981