Buscar

Kim Jong Il, dirigente da construção do socialismo na RPDC - José Reinaldo Carvalho





Nota do Centro de Estudos da Ideia Juche - Brasil: Compartilhamos com os leitores do site Solidariedade à Coreia Popular a intervenção feita pelo companheiro José Reinaldo Carvalho, secretário-geral do Cebrapaz e editor do Resistência, em evento realizado pelo Centro de Estudos da Política Songun.



Kim Jong Il, dirigente da construção do socialismo na RPDC


Por ocasião do 57º aniversário do ingresso do Dirigente Kim Jong Il no CC do PTC, dirigimos em nome do Cebrapaz a nossa calorosa saudação ao Máximo dirigente do PTC e da PPDC, Kim Jong Un, ao Comitê Coreano pela Paz e à Associação Coreana de Cientistas Sociais e à Embaixada da RPDC no Brasil . Nossa saudação ao Centro de Estudos da Política Songun, que organiza este evento.


Camaradas e amigos,


O líder Kim Jong Il marcou época como líder do Partido do Trabalho da Coreia e da República Popular Democrática da Coreia. Foram muitas as virtudes que ele revelou durante seu frutífero labor à frente do Partido e do Estado. Uma delas foi o elevado patriotismo, dedicando-se por esta razão com o máximo das suas energias e inteligência e incansavelmente à causa da pátria.


O máximo dirigente do PTC e da RPDC, Kim Jong Un, disse a esse respeito, em 26 de julho de 2012: "Aceleremos a construção de uma Pátria poderosa e próspera, materializando o patriotismo de Kim Jong Il”: "Quando falo sobre o patriotismo não me refiro a seu conceito genérico, mas ao patriotismo de Kim Jong Il, que este enriqueceu em seu espírito e aplicou na prática com vistas a defender nossa Pátria torná-la florescente e potente.”


É, assim, um patriotismo socialista que está relacionado com a defesa intransigente da Pátria, com os esforços para promover o bem-estar do povo coreano e fazer da pátria coreana um próspero e poderoso país, independente e inexpugnável. Isso só se constrói com a sólida unidade do povo em torno do seu partido e do seu líder.


Por isso, Kim Jong Il ensinou que “a independência é um atributo del ser social, o qual, sendo dono do mundo e de seu próprio destino, quer viver e progredir de maneira independente". Este é um princípio fundamental da Ideia Juche formulada pelo grande líder Kim Il Sung e sempre aplicada na RPDC. Segundo esse princípio, o povo coreano não admite nenhuma subjugação. Este é um princípio revolucionário do povo correano que o tornou vencedor na luta pela independência, na guerra de libertação nacional, no combate à invasão da Pátria pelo imperialismo estadunidense e ainda hoje na construção do socialismo.


A grande divisa dos coreanos, a marca distintiva da República popular e socialista coreana, é a independência das massas, a autonomia nacional e o apoio nas próprias forças. Este lema emana da Ideia Juche, criada pelo Líder Kim Il Sung. O dirigente Kim Jong Il levou às últimas consequências o princípio de construir o socialismo baseado nas próprias forças.


Esta foi a garantia para enfrentar o violento bloqueio econômico e financeiro, que sobreveio após a derrocada do socialismo na URSS e demais países do Leste Europeu, agravado continuamente por sanções que sempre criam dificuldades adicionais ao desenvolvimento do país. Foi também com base nesse princípio que sob a direção de Kim Jong Il o povo coreano foi capaz de se defender em face das constantes ameaças de agressão militar e inclusive de guerra nuclear por parte do imperialismo estadunidense e seus aliados na Península Coreana.


À frente do Partido e do Estado, o dirigente Kim Jong Il enfrentou heroicamente os difíceis anos 1990 , um período caracterizado como “a marcha árdua”.

O dirigente Kim Jong Il expressou a teoria do PTC, designada como o kimilsungismo-kimjongilismo, que foi concebido pela vanguarda revolucionária coreana como um sistema integral da ideologia, da teoria e do método del Juche como a doutrina que orienta a atividade revolucionária do PTC e do povo coreano, uma doutrina antropocêntrica, centrada nas massas populares, e sistematiza a teoria da revolução coreana e a construção do socialismo na RPDC, expressando as peculiaridades nacionais de tal revolução e de tal construção socialista, a estratégia, a tática e o método dessa revolução e dessa construção, assim como o método de direção do partido e de sua liderança.


É preciso compreender bem as peculiaridades nacionais coreanas e o contexto histórico em que a Ideia Juche foi formulada pelo Grande Líder Kim Il Sung em plena luta pela independência do país.


O contexto internacional era de intensificação das lutas anticolonialistas pela emancipação nacional. Kim Il Sung descobriu a verdade de que era necessário encontrar soluções próprias para a revolução baseando-se nas massas populares. Essa verdade é o ponto de partida da Ideia Juche: "O caminho verdadeiro da revolução coreana" - como se diz já no título do discurso de Kim Il Sung na reunião de Kanun, quando Kim Il Sung proclama a Ideia Juche, em 1939.


O Lìder Kim Il Sung ensinou que na luta pela libertação nacional,o fator decisivo era a ação independente das massas populares, sob um pensamento guia correto e ajustado às peculiaridades nacionais.


A Ideia Juche foi criada refletindo essa época e essa necessidade, refletindo as exigências práticas da Revolução Coreana.


Na Coreia reinava o servilismo às grandes potências e os imperialistas japoneses tentavam sufocar os ideais de independência do povo coreano.

Aquela época exigia que as massas populares tivessem suas próprias convicções de se tornarem donas do próprio destino.


Essa revolução estava na etapa da luta antifeudal, anticolonial e anti-imperialista. Essa teoria foi elaborada em função dessas características da revolução coreana, que exigia resolver os próprios problemas com as próprias forças e conforme a situação do país, e não contava com apoio externo.


É neste contexto que surge a Ideia Juche, sistematizada e explicada em sua obra sobre o tema, na qual forneceu ao povo coreano uma preciosa ferramenta de estudo, trabalho e luta.


Kim Jong Il revelou uma destacada perspicácia de ideólogo, de alguém capaz de sistematizar a ideologia Juche. Tarefa de tamanha envergadura não é realizada por qualquer pessoa. É preciso para isso reunir as qualidades de um líder destacado.

Kim Jong Il explicou que na revolução coreana e na edificação socialista na RPDC, a essência da orientação política e ideológica é a primazia das massas populares, porque o povo é o ser más valioso e poderoso do mundo. A vanguarda da revolução e da construção do socialismo na RPDC se baseia na força e na inteligência do povo

A finalidade precípua da revolução coreana e da construção do socialismo na RPDC é realizar as mais profundas e elevadas aspirações do povo coreano.


O líder KIm Jong ll foi o continuador dessa teoria, à qual com sua atividade criadora à frente do Partido e do Estado, deu importante contribuição ao seu enriquecimento e a seu pleno desenvolvimento e total aplicação.


Durante nossa visita à RPDC em 2019, comprovamos a plenitude da aplicação dessa teoria e das orientações do líder Kim Jong Il. Hoje o máximo dirigente Kim Jong Un assegura que o PTC continue sendo a vanguarda invencível do povo coreano, convicta da Ideia Juche, temperada na luta e disposta a novos combates para construir o socialismo em meio a incontáveis adversidades, decidida a defender a RPDC como um país popular e socialista , independente, próspero e poderoso que se constrói em meio a grandes adversidades e enfrentando inimigos agressivos.


A República Popular Democrática da Coreia (RPDC), fundada em 1945, é resultado de uma guerra de libertação nacional e uma revolução nacional, democrática, antifeudal e popular conduzidas pelos comunistas sob a liderança de Kim Il Sung, que foi uma das figuras mais destacadas do movimento comunista do século 20. O líder Kim Jong Il foi o continuador dessa luta nas novas condições dos finais do século 20.

Foi admirável a luta do povo coreano, sob a direção do Grande dirigente Kim Jong Il para salvaguardar a soberania nacional e assegurar a prosperidade da República Popular Democrática da Coreia.


O líder Kim Jong Il tornou o socialismo da RPDC indestrutível. Na RPDC as massas populares são donas de tudo e a base de tudo, são donas do poder, dos meios de produção e da administração social.


Foi também notável o seu papel na luta anti-imperialista. Os povos de todo o mundo são gratos a ele por seus esforços na solidariedade aos povos do mundo em suas lutas pela independência.


É admirável a política externa da RPDC que não subordina o país a nenhum outro país.

Kim Jong Il desempenhou papel destacado também na luta pela reunificação da pátria coreana. Reafirmou a luta histórica da RPDC pela reunificação do país, por ele considerada como anseio supremo da nação. Ele fez todos os esforços pela causa da reunificação da pátria.


Um dos aspectos essenciais da gestão de Kim Jong Il à frente do PTC e da RPDC foi a estrita aplicação da Política Songun.


Aproveitando-se da queda do socialismo nos países do Leste-Europeu, os Estados Unidos tornaram ainda mais agressiva sua política para com a RPDC, que passou a ser ameaçada seja pelas manobras militares na Península Coreana, seja pela preparação de ataques propriamente ditos que poderiam incluir até mesmo o ataque nuclear. Nesse contexto foi posta em prática a política Songun que preconiza a primazia militar na construção do socialismo coreano.


Essa política foi aplicada desde a década de 1960, mas se tornou central e prioritária na década de 1990. Ela se baseia, como tudo na RPDC, nos princípios da Ideia Juche sobre o protagonismo das massas populares


A Política Songun confere ao Exército Revolucionário o papel de força mais importante durante a construção socialista. Segundo os comunistas norte-coreanos, o Exército Revolucionário, dirigido pelo Partido, a serviço da classe trabalhadora, é a força mais dotada de consciência ideológica revolucionária. A importância atribuída ao Exército Revolucionário na construção socialista também engloba a participação decisiva e principal desta força na construção econômica do país.


As políticas econômica, social, ideológica, diplomática e militar sob a liderança de Kim Jong Il constituíram uma aplicação plena da Ideia Juche, corresponderam às peculiaridades da construção do socialismo na RPDC e tornaram esse país uma fortaleza inexpugnável e vitoriosa na luta anti-imperialista.