Buscar

Seminário sobre o “Socialismo e Comunismo orientado pela ideia Juche" é realizado em Okinawa



No 30 de Outubro, realizou-se uma reunião de estudo no Museu de Arte da Província de Okinawa, organizada pelo Conselho de Ligação do Estudo do Kimilsungismo-Kimjongilismo de Okinawa. Esta reunião de estudo contou com a participação de professores eméritos, conferencistas e trabalhadores, etc.

Em primeiro lugar, Ogami Ken-ichi, Secretário-Geral do Instituto Internacional da Idéia Juche, explicou o tema do A Natureza Básica do Capitalismo e o Socialismo-Comunismo de Orientação Jucheana, como se segue:

O capitalismo, enquanto sistema, baseia-se na propriedade privada e baseado na produção e distribuição de mercadorias. Os trabalhadores vendem a sua mão-de-obra aos capitalistas e trabalham acima dos seus salários para criar mais-valia. Numa sociedade de livre competição, os fortes ganham e os fracos caem.

Foi uma conquista de Marx e Engels colocar o mecanismo do capitalismo como uma teoria de base científica. Enquanto o capitalismo continuar, é inevitável que a desigualdade se alargue e cause distorções na sociedade.

Marx previu que se o capitalismo se desenvolvesse a um elevado grau e a produtividade aumentasse, surgiriam contradições com as relações de produção, e que o socialismo seria alcançado mudando para relações de produção que correspondem às forças produtivas.

Aplicando a teoria de Marx, o socialismo deveria ser realizado primeiro nas economias altamente desenvolvidas da Alemanha, Inglaterra e França. No entanto, a revolução socialista triunfou pela primeira vez na Rússia.

Atualmente, a República Popular Democrática da Coreia (doravante RPDC) é a única sociedade verdadeiramente socialista do mundo. Hoje, a RPDC está a caminhar para o comunismo, o ideal da humanidade.

A ideia Juche colocou a questão da posição e do papel do homem no mundo como o problema fundamental da filosofia. A ideia Juche caracteriza-se por clarificar o ponto de vista e a posição de um mundo centrado no ser humano.

A RPDC manteve a sua autonomia sem estar subordinada à China, à Rússia, ao Japão ou aos Estados Unidos. O povo da RPDC está muito consciente de ser o senhor do seu país e a sua autonomia é vital para a sua unidade.

Não se pode derrotar uma sociedade unida, um país unido. A unidade não é apenas um meio de luta, mas o símbolo de uma sociedade ideal. Na RPDC, a unidade fraterna entre os líderes e o povo.

Um bom líder e uma teoria de liderança são inseparáveis. O caminho da ideia Juche é uma forma de trabalhar arduamente no nosso próprio lugar, espalhando bons líderes e boas teorias, para que não seja impossível realizar a sociedade que o povo deseja.

Depois tomou a palavra o Professor emérito Taira Ken-ichi da Universidade de Okinawa. O seu discurso intitulou-se A força motriz do socialismo da RPDC para vencer o capitalismo, e relacionou o tema do marxismo com a situação do mundo da seguinte forma:

Como podemos ver, a sociedade está devastada e é uma situação inaceitável para a vida humana.

A RPDC ultrapassou muitas dificuldades e está avançando na direcção do desenvolvimento do socialismo e do comunismo.

Uma das realizações de Marx é que ele clarificou os princípios fundamentais e as contradições fundamentais do capitalismo.

O ponto de partida do capitalismo é como fazer mais dinheiro, e o capitalismo é uma sociedade que apenas procura fazer mais dinheiro.

A frustração do socialismo na ex-União Soviética e nos países da Leste Europeu deve-se ao fato de ter sido negligenciada a união dos trabalhadores, das massas populares, de a política se ter tornado coerciva e burocrática e do povo ter sido obrigado a aceitar as atividades de produção obrigatórias e as atividades sociais imperativas de cima para baixo. Todas estas coisas fizeram que as massas perdessem seus interesses pelos soviets.

Vermos a frustração do socialismo leva-nos também à prever o que acontecerá com o capitalismo. A situação atual mostra que o colapso do capitalismo não pode ser encoberto.

O capitalismo, encurralado, necessita encontrar formas para sobreviver.

Como forma de prolongar o capitalismo, vemos que no Japão existe a tendência de aumentar o emprego irregular e de fazer baixar os salários e afins.

Vendo rapidamente a alienação do povo por parte do capitalismo, e do aumento do fosso entre ricos e pobres na sociedade capitalista, tanto o Secretário-Geral Kim Jong Un, como Presidente Kim Il Sung e o Secretário-Geral Kim Jong Il, viram as alturas do socialismo.

Mesmo no meio da grave situação, a RPDC tem vindo a avançar, sem um único passo atrás, levando a cabo a política de auto-suficiência, ao mesmo tempo que reflecte francamente sobre o facto de que havia alguns objectivos que ela não conseguia alcançar.

O Secretário-Geral Kim Jong Un afirmou que uma sociedade comunitária onde as pessoas se ajudam verdadeiramente umas às outras seria construída através da implementação do coletivismo.

É apenas no colectivo que os seres humanos podem desenvolver-se e cultivar as suas personalidades.

Estas conferências contribuíram para aprofundar a compreensão de que o socialismo coreano foi e tem sido realizado através da liderança dos seus líderes e das suas ideias e teorias. Do mesmo modo, ao ver ali um DVD da recente conferência nacional dos veteranos de guerra na RPDC, os participantes reconheceram vividamente a relação comunista entre o líder e o povo, em especial a relação com aqueles veteranos de guerra em particular.

Fonte: Instituto Internacional da Ideia Juche