Buscar

Kim Il Sung sobre a medicina socialista

Atualizado: Abr 11



A medicina socialista, medicina popular, difere radicalmente da medicina burguesa.


A medicina burguesa não dá a devida atenção à prevenção. A sociedade burguesa, por sua própria essência, não se esforça para proteger as pessoas das doenças, porque isso não coincide com os interesses dos capitalistas, que lucram com a venda de mais medicamentos e que, portanto, querem aumentar o número de pacientes e até mesmo incentivar as doenças.


A medicina socialista, por outro lado, visa principalmente a prevenção, ou seja, a tomada de medidas para evitar que os trabalhadores contraiam doenças. É por isso que podemos dizer que é precisamente profilático.


O Ministério da Saúde Pública é responsável por tomar medidas perfeitas para prevenir todos os tipos de doenças.


No trabalho de saúde pública, não só é necessário recorrer a medicamentos, mas, sobretudo, através de um bom trabalho de prevenção, para que os trabalhadores não contraiam doenças. Os elementos contaminados por idéias burguesas, que durante algum tempo governaram este setor, não travaram uma luta para proteger a saúde do povo, e só se limitaram a dar-lhes medicamentos quando a doença já havia criado raízes.


Isto é radicalmente diferente da medicina socialista, que é chamada a proteger o povo das doenças. Você deve conhecer claramente este princípio da medicina socialista e esforçar-se para aplicá-lo.


Trecho retirado da obra "A Medicina Socialista é Profilática - Conversa com os Dirigentes do Ministério da Saúde Pública", 20 de outubro de 1966