Buscar

Realizado desfile militar em homenagem ao VIII Congresso do Partido do Trabalho da Coreia



Foi realizado com solenidade pela noite do dia 14 na Praça Kim Il Sung da capital o desfile militar em homenagem ao VIII Congresso do Partido do Trabalho da Coreia.


Ocuparam o estrado de orquestra o conjunto instrumental da Comissão de Assuntos Estatais e a banda militar central do Ministério da Defesa, encarregados de interpretar as músicas da ocasião.


Entraram com galhardia na praça as colunas do desfile.


Nas avenidas adjacentes estavam enfileiradas as colunas motorizadas que manifestaram o poderio inesgotável das forças armadas da RPDC.


As esquadras de aviões também esperavam a ordem de decolagem.


Saiu à tribuna da praça o Máximo Dirigente Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia, Presidente da Comissão de Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia e Comandante Supremo das Forças Armadas da RPDC.


Estalaram as estrondosas aclamações e foram lançados fogos de artifício adornando o céu noturno.


O Secretário-Geral respondeu cordialmente com a mão alçada às aclamações dos participantes no desfile militar e espectadores.


As crianças entregaram ramos de flores ao Secretário-Geral e aos quadros do Partido, do governo e círculo militar.


Tomaram assentos na tribuna Choe Ryong Hae, Jo Yong Won, Ri Pyong Chol e Kim Tok Hun.


Também saíram à tribuna os membros do VIII órgão de direção central do Partido e os

comandantes do círculo militar.


Foram convidados à tribuna Kim Yong Nam, Choe Yong Rim, Yang Hyong Sop, Kim Ki Nam, Choe Thae Bok, Kim Kyong Ok, Ri Yong Mu e Pak Pong Ju, que trabalharam por longo período no partido, no governo e no círculo militar.


Se distinguiam na área reservada para os convidados os participantes no VIII Congresso do Partido e os hóspedes especiais.


Enquanto se interpretava a canção "Pátria radiante", ocorreu 21 salvas.


Fez uso da palavra o Ministro da Defesa da RPDC, Kim Jong Gwan.


Ato seguido, foi realizada a cerimônia de hasteamento da bandeira nacional.


Todos os participantes renderam homenagem ao símbolo nacional.


O Marechal do EPC, Pak Jong Chon, chefe do Estado-Maior-General, informou ao Marechal do EPC, Ri Pyong Chol, vice-presidente da Comissão Militar Central do Partido, que as unidades participantes na parada estavam prontas para ser revistadas.


Após passar revista, Ri Pyong Chol informou com cortesia ao Secretário-Geral do PTC que estava pronto para ser iniciado o desfile militar em saudação ao VIII Congresso do Partido.


Ao ressoar a vigorosa música de marcha, começou o desfile liderado pelo veículo de comando do Marechal Pak Jong Chon.


A esquadra de honra de cavalaria passou a trotes vigorosos refletindo a férrea vontade dos oficiais e soldados do EPC de prosseguir a marcha de fidelidade e convicção para implementar a resolução do Congresso do Partido com o espírito e ímpeto criados na marcha a cavalo do Comandante Supremo pelo monte Paektu.

Marcharam as colunas das unidades de corpos ensinando que a primeira missão das forças armadas revolucionárias é defender o Comitê Central do Partido ao risco da vida.


Apareceram na praça os blocos dos corpos de exército nº 1 e nº 2, reconhecidos como unidade primogênita do EPC e a natal do lema de "Um contra cem", respectivamente.

Lhes seguiram o coletivo do corpo nº 4, que defende a frente sudoeste da pátria, e o corpo nº 5, o pilar do EPC, demonstrando seus estandartes coroados com orgulhosos.


Desfilaram a passos firmes as colunas das forças navais e das aéreas e antiaéreas, seguidas das forças armadas estratégicas que receberam efusivas aclamações dos espectadores.


As filas de franco-atiradores terrestres, navais e aéreos e a de infantarias leves demonstraram o ímpeto invencível do poderoso exército revolucionário, preparado para lutar contra cem inimigos sob o comando do General Insigne.


Apareceram os blocos do corpo de artilharia antiaérea e dos corpos nº 91 e nº 3, encarregados da defesa de Pyongyang, e outros que defendem como muralha de aço as costas e as fronteiras da pátria.


Entraram na praça as colunas de unidades de tanques e de divisões de infantaria motorizada, a de infantaria de montanha, a de exploradores, a de unidade de operações de perturbação eletrônica, as de cada especialidade militar e a de unidade armada móvel de segurança pública.


O Máximo Dirigente saudou cordialmente as colunas no desfile.


Em seguida, começou o voo de desfile dos pilotos que dirigiram saudação militar ao CC do Partido.


Após a esquadra de escolta, sobrevoaram a praça os aviões de combate descrevendo a insígnia do Partido e o número "8" com fogos de artifício.


O voo traduzia grande júbilo e emoção por haver coroado o VIII Congresso como outro acontecimento político de especial importância no trajeto combativo do PTC.

Foi iniciada a marcha da coluna de veículos blindados, seguida das motorizadas.

Avançaram pela praça as filas de mísseis táticos de último modelo e de tanques principais.


As colunas de canhões autopropulsados ultramodernos demonstraram o nível de desenvolvimento da artilharia do Exército Popular da Coreia.


Estremeceram a terra os mísseis capazes de aniquilar de antemão fora do território nacional qualquer inimigo.


Passaram seguidamente os armamentos de tipo jucheano manifestando de novo o grande poderio da indústria bélica da RPDC que deu seu primeiro passo com a produção de submetralhadora depois da libertação da pátria.


Estalaram as aclamações ao entrar na praça os mísseis balísticos estratégicos de lançamento subaquático, armamento mais poderoso do mundo, demonstrando o grande potencial das forças armadas revolucionárias coreanas e a inesgotável força do PTC que no último lustro, desde seu Sétimo Congresso ao Oitavo, cumpriu a grande obra pela pátria próspera e o exército poderoso, anseio da história nacional de cinco milênios.


Terminado o desfile militar, foram lançados novamente os fogos de artifício.


O Máximo Dirigente respondeu cordialmente às aclamações da multidão.


Todos os participantes tomaram a decisão marchar até o final pelo único caminho do socialismo ao estilo coreano com o orgulho nacional de impulsionar o processo revolucionário sob a guia do camarada Kim Jong Un e com fé e otimismo no futuro maravilhoso.


Fotos: https://bit.ly/2LFwmBX


Retirado do blog A Voz do Povo de 1945