Buscar

O ideal da humanidade pode ser realizado somente na sociedade socialista

Atualizado: Ago 1



As pessoas do mundo que testemunham nosso socialismo, que ostenta mais vigorosamente sua vitalidade mesmo nas tormentas da época, expressam admiração por nosso sistema precioso que cria com atenção centenas de milhares de seus filhos como sei que não seca de amor e afeição.


Se diz que precisamente a Coreia socialista representa a sociedade ideal delineada pela humanidade, um país do povo e genuíno mundo do povo.


A humanidade busca precisamente na realidade de nossa pátria o aspecto de sociedade ideal que floresce com felicidade e genuína vida humana.

Embora muitas coisas ainda sejam escassas e difíceis, o motivo pelo qual as pessoas do mundo admiram tanto nossa República é porque esta é uma genuína pátria socialista que realiza o desejo e ideal do povo e transborda de nobre espírito e moral pelos quais a humanidade deseja há muito tempo.


O estimado camarada Kim Jong Un disse como segue: "O socialismo é o ideal da humanidade tanto de ontem como de hoje e uma corrente da época que não pode ser bloqueada."


A humanidade por muito tempo buscou qual é seu verdadeiro ideal e buscou pela sociedade humana que o materializasse. A sociedade onde todos vivem harmoniosamente, iguais e livres e sem opressão e exploração é a sociedade ideal da humanidade.


A ideologia socialista, baseada no desejo e aspiração firme das massas populares, transformou a imaginação em realidade, e finalmente o sistema socialista apareceu no cenário histórico. O socialismo recebeu amplo apoio das massas trabalhadoras oprimidas e se expandiu a vários países do mundo.


A transição do individualismo ao coletivismo e do capitalismo ao socialismo foram as mais profundas mudanças sociais no curso de desenvolvimento social da humanidade.


O socialismo tem como missão e nobre propósito lutar pela realização do ideal e demanda intrínsecos da humanidade de se desenvolver e viver de forma independente e defender e respeitar a soberania de todas as nações e países e se opor a todas formas de subordinação, dominação e exploração do homem pelo homem.


Pela primeira vez sob o socialismo, as massas populares, que empreenderam a luta severa e passaram por um longo período de tribulações para encontrar e explorar este caminho, puderam realizar seu ideal e contar com a genuína liberdade e direitos.


O socialismo elevou ao estágio superior o papel e posição do homem e realizou as demandas independentes das massas populares.


As massas populares lograram grande desenvolvimento socioeconômico que não poderiam alcançar mesmo em centenas de danos sob o capitalismo com o poderio do coletivismo, gozando de uma vida genuína, criadora e independente que há tanto desejavam sendo dignos donos dos meios de produção e do poder do Estado.


Existiram sistemas sociais diferentes na longa história da humanidade, porém a sociedade socialista é a única que materializa as demandas e aspirações independentes das massas populares.


Não há sistema que tenha contribuído ao progresso da humanidade com tão grandiosa ideologia e prática excelente como o socialismo e não há povo com tão grandioso poder como os povos dos países socialistas.


O socialismo logrou grande salto e desenvolvimento tendo como força motriz a elevada força de unidade e mental das massas populares, o que o capitalismo não pode nem mesmo sonhar em imitar.


No curso de avanço do socialismo houveram êxitos milagrosos e vitórias extraordinárias, porém houve também falhas dolorosas e graves dores.


No final do século passado, a humanidade experimentou um grande distúrbio político mundial com a queda do socialismo em muitos países e a restauração do capitalismo.


Os advogados da burguesia naquele tempo vociferaram sobre "prova de fracasso" e "bancarrota" do socialismo.


Porém, em certos países a queda do socialismo não ocorreu por falha do socialismo como ciência mas pela derrocada do oportunismo que modificou o socialismo.


O oportunismo, fruto do temor à pressão externa do imperialismo e da contaminação do interior com a cultura e ideia burguesas, fincou profundamente suas raízes no interior do movimento socialista e corrompeu o socialismo por décadas como um vírus que adoece o organismo. Como resultado final, ocorreu o colapso do socialismo em alguns países.


É invencível o socialismo que está profundamente enraizado na vida do povo e se desenvolve completamente conforme aos interesses fundamentais das massas populares e soluciona todos os problemas que se apresentam na revolução e na construção, e defende resolutamente as demandas intrínsecas das massas populares de viver de forma independente, assim busca eliminar a pressão e exploração do homem pelo homem.


O socialismo ao nosso estilo, o superior centrado nas massas populares, não vacilou ante a voragem da complexa política mundial.


Nosso partido, que pavimentou com originalidade o caminho ao socialismo por si próprio e superou as dificuldades e inúmeras provas seguindo o caminho que escolheu, estabeleceu nesta terra o sistema socialista superior que realiza completamente a independência da humanidade, a sociedade ideal há muito desejada pela humanidade.


A causa do socialismo ao nosso estilo e todo o curso de seu desenvolvimento e avanço consistem na realização dos interesses e demandas independentes das massas populares.


É precisamente o socialismo ao nosso estilo a sociedade que oferece todos os tesouros da sociedade para elevar completamente o bem-estar do povo considerando como máxima prioridade a conveniência e interesse do povo na preparação e execução de todas políticas e proclama como máxima missão defender e fazer brilhar o destino do povo, tanto nos momentos de glória como nos de dificuldade e provas.


É precisamente nossa pátria socialista o paraíso de amor puro e belo em que transborda como ar o cálido afeto, a filosofia de vida refinada de dedicar tudo de si sem pretensões e cobiças e pensar primeiro nos camaradas e no coletivo que nos próprios e de cuidar-se mutuamente nos momentos difíceis.


Como o socialismo é centrado nas massas populares e serve realmente ao povo, embora haja escassez e dificuldades, nosso povo supera tudo com sorriso no rosto e ferve mais o seu sangue patriótico em cada passo da vida e tomam a nobre consciência cívica.


Através da experiência prática de vida, nosso povo pôde sentir profundamente que no socialismo está seu futuro e destino. A convicção do futuro prometedor que transborda em cada coração de nosso povo é baseada na superioridade de nossa pátria socialista que é o lar de felicidade e seio da vida eterna. Sendo assim, nenhum vendaval da história pode separar nosso povo do socialismo.


É a opinião uníssona de nosso povo que nossa sociedade, onde os direitos e dignidade humana são mais honrosos que a "prosperidade" capitalista que calcula somente o dinheiro, e onde possuem elevado orgulho de ser mestres de seu destino, é sem dúvidas a melhor. E que é centenas de milhares de vezes melhor o estilo de vida coletivista, onde se compartilha mutuamente as penas e alegrias sendo todo o país uma grande família, que a ideia de individualismo extremo.


É o máximo ideal e desejo secular invariáveis da humanidade se desenvolver e viver ditosamente juntos com independência num mundo pacífico e livre onde não haja guerra e agressões, subordinação e dominação, uma sociedade sem nenhum tipo de pressão e exploração. Não há outro caminho para lograr isso que não seja o do socialismo.


Entre os caminhos do socialismo e do capitalismo, qual a humanidade deve seguir?

Se foca-se agudamente no século, é óbvia a conclusão para esta questão. O caminho socialista.


Uma sociedade que viola a independência das pessoas não pode ser a sociedade desejada pelas massas populares, por mais extravagante que seja o véu que ponha sobre esta.


O capitalismo, em todo período de sua existência, nunca advogou nem defendeu os interesses e demandas das massas populares e nunca teve uma verdadeira aparência de representante do futuro da humanidade.


Se intensifica com o passar dos dias na sociedade capitalista a disparidade entre ricos e pobres e transborda de males sociais terríveis e severos, os quais se pode encontrar nas antigas sociedades exploradores.


É precisamente a sociedade capitalista a sociedade que se desintegra em extremos pelos conflitos sociais e disparidade entre pobres e ricos que se agrava e aumenta sob as luzes refletidas no meio da noite e arranhásseis que parecem chegar ao céu, uma sociedade antipopular que explora e reprime as massas trabalhadoras enquanto uma minoria de capitalistas monopolistas têm nas mãos quase toda a riqueza do país.


Na sociedade capitalista, a empatia e virtude humanas são pisoteadas pelo poder do dinheiro. Nesta sociedade desertificada, seca de afeição e virtude, onde prevalece depravação, a corrupção e a lei da selva, são cometidos crimes de assassinato sem hesitação, incluso entre pessoas de mesmo sangue, ademais de fraudes e manobras sujas com o modo de pensar extremamente egoísta de sacrificar o outro por seu próprio interesse.


A desesperança, o pessimismo e vários outros males sociais que são prevalecentes nos países capitalistas nos dias atuais mostram o aspecto real de sociedade sem futuro.


Tal sociedade, dominada pelo mamonismo e individualismo, que defende e advoga pelos interesses da minoria da classe privilegiada, a classe exploradora, jamais pode ser uma sociedade para as massas trabalhadoras. O capitalismo, sendo um sistema social antipopular, não pode escapar da exclusão e abandono do povo.


A realidade contrastante entre as sociedades capitalista e socialista demonstram eloquentemente que a sociedade superior do povo é precisamente a socialista e que reside no socialismo o futuro brilhante da humanidade.


Se deve avançar somente para realizar o desejo secular das massas populares de viver de forma independente como donas do próprio destino e do mundo.


No caminho de construção socialista, que exige explorar os caminhos inexplorados, os obstáculos, desafios e dificuldades inesperados podem bloquear o futuro.


A aspiração universal de viver ditosamente na sociedade onde todas pessoas juntas se desenvolvem e vivem de forma independente sem pressão e exploração do homem pelo homem segue inalterada e é invariável a direção do desenvolvimento da história em que a humanidade avança precisamente ao caminho do socialismo.


Os reacionários da história fazem manobras viciosas tentando remover o socialismo para sempre da mente do povo. Fazem críticas constantes ao socialismo e vociferam absurdos. Porém, nenhuma manobra pode extirpar o socialismo que materializa as demandas independentes das massas populares.


O avanço da humanidade ao socialismo é uma lei inviolável do desenvolvimento da história.


A histórica Declaração de Pyongyang proclamou que o socialismo, que corresponde à natureza independente dos seres humanos, é a ideologia da humanidade e a genuína sociedade do povo que representa o futuro.


A Declaração de Pyongyang demonstrou claramente a verdade que se pode assegurar a segurança e paz permanentes e garantir o desenvolvimento da civilização e a sobrevivência da humanidade, podendo lograr desenvolvimento independente livre de subordinação e dominação de todas as formas todas as nações e países e podem desfrutar de uma vida digna, igual e livre todos os povos do mundo quando avancem ao caminho do socialismo onde todas as coisas servem às massas populares e estas se tornam mestres de tudo, no socialismo que tem como ideia reitora a Ideia Juche.

Hoje a orientação ao socialismo se torna uma corrente irrefreável. O capitalismo tem centenas de anos de história mas foi sempre rechaçado e odiado pelo povo. O capitalismo, que possui a natureza exploradora astuta e atroz, jamais pode realizar o desejo independente das massas populares.

A verdade nunca pode ser escondida e o justo permanece justo por mais que o tempo passe.


Não há força no mundo que possa reverter a direção de avanço da história ao socialismo.


O futuro eterno da humanidade reside no socialismo.


Ho Yong Min e Pak Jin Hyang


Fonte: A Voz do Povo de 1945