Buscar

O que pensariam Marx e Lenin?



Extratos do livro de Jong Gi Jung 《O grande fluxo da história》

“A tarefa é garantir de maneira segura os interesses da República, que depois do colapso do sistema socialista mundial, apesar das adversidades, segue o caminho dos fundadores do marxismo-leninismo.”

"O grande fluxo da história" de Jong Gi Jung

“…Quando Moon Son Gyu entrou no escritório do respeitado camarada Kim Jong Il, o


Dirigente postergou os documentos que tratava, ofereceu que se sentasse e, segundo o seu costume, imediatamente foi até a essência do assunto.

- Camarada vice primeiro ministro, o Ministério de Relações Exteriores agora terá que trabalhar mais duro. No momento oportuno, será necessário publicar em nossos meios o informe analítico que me foi apresentado há alguns dias e levar o seu conteúdo até a comunidade internacional, as organizações internacionais. Antes disso, deve ser preparado uma declaração do Governo da República sobre nossa decisão de nos retirarmos do Tratado sobre não proliferação, o discurso de um representante oficial, uma conferência de imprensa, assim como as notas para países estrangeiros e organizações internacionais.

- Sim, tudo está claro, meu General! - Moon Song Gyu ficou sem fôlego.

Kim Jong Il o olhou com uma pergunta: Moon Sung Gyu se apressou a explicar sua emoção:

- Meu General! De fato, cada vez que se intensifica a resistência nuclear, advertimos que daríamos resistência firme, tomar medidas radicais de autodefesa, porém não poderia ter adivinhado que você, General, daria tal passo. Que audácia!

- Hmm ... A decisão de se retirar do Tratado não é um assunto privado, é uma demonstração de uma feroz luta política e de classes para manter a dignidade nacional e proteger o socialismo coreano. Além disso, é totalmente compatível com o direito internacional. Camarada Primeiro Vice-Ministro, como sabe, nos termos do artigo 10º do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, qualquer parte na implementação da soberania do Estado tem o direito de se retirar do Tratado se decidir que o seu conteúdo - Relacionado em circunstâncias excepcionais, colocam ao máximo os interesses do país. Não é assim? Agora, usando o Tratado como alavanca, vamos mudar a situação para melhor. Nossos camaradas da Comissão Nuclear enfrentam sérios problemas. É aqui que começa a verdadeira batalha!

- Tudo faz sentido. Voltando imediatamente e ao trabalho.

Kim Jong Il sorriu um pouco:

- Não tenha pressa. Pense seriamente primeiro e prepare-se com cuidado. Nosso problema nuclear está prestes a explodir, mas quando foi possível evitar que uma explosão nuclear causasse um terremoto? Devemos nos preparar de forma que todos ouçam!

… Depois de um tempo, Moon Son Gyu estava em frente à entrada do prédio do Ministério de Relações Exteriores, na praça Kim Il Sung, imerso na escuridão da noite, apenas as luzes da rua brilhavam. Os retratos de Marx e Lênin mal se iluminaram no prédio do Ministério das Relações Exteriores. Depois de olhar para eles, Moon Son Gyu não conseguia se livrar da sensação estranha, quase uma dor física.

Marx e Lenin, líderes do proletariado, que em todos os tempos tinham uma visão penetrante, reflexivo e perspicaz sobre a transformação das complexidades dos eventos históricos - o que eles estariam pensando agora?

A pesquisa e a análise científica tornaram-se uma questão de vida e destino para eles. Com base na filosofia da dialética e do materialismo, Marx e Lenin embarcaram no caminho da criação do socialismo e do comunismo. Eles acreditaram na verdade imortal que revelaram, foram grandes pensadores e teóricos, mas o que diriam sobre a realidade em rápida mudança de hoje?

Na Europa, onde o socialismo nasceu, ele entrou em colapso repentinamente. A Bandeira Vermelha, que Marx e Lenin ergueram e transmitiram às gerações seguintes, foi baixada das torres e cúpulas do Kremlin, como um pedaço de pano desnecessário. Os fantasmas de antigos imperadores e nobres ergueram-se de seus túmulos e assombraram a Praça Vermelha. No Palácio do Congresso, onde se cantava A Internacional, foram disparados tiros de tanques, também nas ruas de Moscou, e sangue foi derramado. O hino, cantado como eterno e imortal, foi jogado na lata de lixo. As estátuas do líder ruíram. Por meio dos esforços de renegados e traidores, o socialismo é caluniado e marcado pela vergonha.

Então, o que Marx e Lenin pensariam sobre isso? É verdade que tudo o que importou para eles durante suas vidas - sonhos, músicas, ideais de um futuro brilhante - tudo desapareceu sem deixar vestígios?

Não importa o que aconteceu! Agora eles estão vendo a Bandeira Vermelha em Pyongyang, onde ela ainda está alta e orgulhosa. Ainda ontem, na Praça Kim Il Sung, cem mil trabalhadores protestaram pelo poder e a vontade do povo heróico, sua vontade de se levantar como um só para cumprir a ordem do Comandante Supremo em Chefe Kim Jong Il de declarar o pré-estado de guerra .

Um mar de bandeiras vermelhas tremulou pela praça, flamejando como sangue quente.

O que Marx e Lenin pensariam se comparassem essas duas realidades diametralmente opostas? O que eles pensariam quando o mundo ocidental estremece com nossa declaração explosiva de retirada?

Que hoje, graças ao grande camarada Kim Jong Il, o socialismo seja protegido com segurança, mais força e com confiança marchará adiante!“

Publicado pela Embaixada da Rússia na Coreia

Fonte: KFA - Euskal Herria